domingo, 11 de janeiro de 2009

Conto


UM DIA ESTRANHO

Um dia as marionetes puxaram as linhas que laçaram e enforcaram o mamulengueiro.
As rosas podaram o jardineiro, o rato jantou o gato. O mar esvaziou-se para os rios. Um dia estranho em que as estrelas brilharam tão forte que esconderam o sol.
Tomei consciência de quem sou. Meus filhos me ninaram, vi um canguru e até senti muito amor por você.
Um dia em que aconteceu algo muito importante. Uma história interessante.
Foi quando as letras dos livros se revoltaram e resolveram mudar de lugar só para irritar os leitores.
Neste dia, ainda, mutia iocas euntacceo, mse alueqqur eaçãxliopc éAt uqe...

1 comentários:

Marília 25 de janeiro de 2009 08:05  

Hiper criativo!
Texto e imagem em curiosa sintonia.
Adorei!
Abraço.......
Marília Becher Bahr

Minha lista de blogs

About This Blog

About This Blog

  © Blogger template Brooklyn by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP